20 de fev de 2011

10 passos para ter emoções em equilíbrio — Bons Fluidos

A conexão entre a nossa mente, os nossos sentimentos e o nosso corpo é tão evidente que voce não deve, de modo algum ficar surpreso quando digo que as emoções estão intimamente ligadas à tensão muscular.

Os sentimentos de raiva, e medo são acompanhados por um aumento de tensão, enquanto que a alegria e o afeto, são seguidos de uma descontração.
Leia a reportagem da revista Bons Fluidos e procure conhecer a si mesmo para que voce possa ter um bom dominio sobre suas emoções.

(primeiro passo) amor companheiro
Tolerância, afeto, diálogo e sinceridade. Eis os ingredientes que não podem faltar para se construir uma relação duradoura e feliz.

(segundo passo) o motor da autoconfiança
Essa força mora dentro de nós e, nas horas decisivas, nos encoraja, dizendo com entusiasmo: “Dê mais esse passo, você é capaz”. E assim, de conquista em conquista, fortalecemos a fé em nós mesmas. Saiba, então, como nasce esse potencial e o que você pode fazer para cultivá-lo.

(terceiro passo) o exercício da generosidade
Doar-se ao próximo, nem que seja por meio de pequenos gestos, é uma espécie de terapia que nos põe em contato com nossa humanidade e ainda contribui para o equilíbrio da sociedade. Portanto, sempre que tiver uma chance, não deixe de praticar essa ginástica do bem.

(quarto passo) o controle da ansiedade
Sofrer por antecipação, transformar a espera por algo ou por alguém em um martírio... Ninguém suporta viver sob o jugo dessa tirania que, além de nos oprimir, acaba com a saúde. Mas não se intimide. Você pode domar a fera.

(quinto passo) a arte de priorizar desafios
O segredo é se preparar para vencer as águas revoltas e seguir fortalecida rumo à concretização do seu projeto de vida.

(sexto passo) a arte de ser resiliente
Ao longo da vida, caímos, levantamos, sofremos alguns arranhões. Outras vezes, ferimentos profundos. Nos momentos difíceis, o importante é encontrar maneiras de lidar com a dor e acreditar, sempre, que um dia nossas feridas irão cicatrizar, tornando-se símbolos de superação.

(sétimo passo) santa paciência
Sem ela, não conseguimos enxergar os outros, o entorno e nós mesmas com clareza e profundidade. Tampouco esperamos o tempo preciso de colher os frutos de nossas investidas. Portanto, não permita que a aceleração do mundo mine sua capacidade de ser paciente.

(oitavo passo) o valor da amizade
Ao longo da vida, caímos, levantamos, sofremos alguns arranhões. Outras vezes, ferimentos profundos. Nos momentos difíceis, o importante é encontrar maneiras de lidar com a dor e acreditar, sempre, que um dia nossas feridas irão cicatrizar, tornando-se símbolos de superação.

(nono passo) a reinvenção permanente
Deixar para trás um terreno conhecido, mas pouco estimulante, é pré-requisito para uma vida mais vibrante e cheia de significado. O melhor é que, a qualquer momento, você pode acionar o efeito camaleoa e criar uma versão mais interessante de si mesma. Experimente!

(décimo passo) sem medo de ser feliz
A cada passo dado você sente que a felicidade se afasta alguns metros? Não, você não está perseguindo uma utopia. Talvez esteja, inconscientemente, queimando chances preciosas de se realizar. Por isso, queremos convidá-la a repensar as próprias atitudes para, quanto antes, ser capaz de interromper o ciclo destrutivo da autossabotagem.


site:http://bonsfluidos.abril.com.br/edicoes/0133/especiais/10-passos-ter-emocoes-equilibrio-608309.shtml?sms_ss=email&at_xt=4d3ccf9b490ef845%2C0

Nenhum comentário:

Postar um comentário